História

História

Os antigos escritos das paredes dos templos dos Deuses Antigos dizem que a terra e os mares foram criados a partir do nada pelo Arquiteto, que ordenou que seus filhos cuidassem daquela terra como se fosse deles. Os deuses criaram todas as raças para auxilia-los a proteger seus domínios dos inimigos do Arquiteto e lhes deram artefatos antigos feitos pelas mãos do Senhor dos Planos.

Então os Deuses Antigos criaram os elfos imortais para manter os costumes e as tradições, os anões para serem os juízes ponderados entre os mortais, os halflings para peregrinar pela terra para encontrar os inimigos do Arquiteto, os gnomos para criarem os objetos que facilitariam a vida de todos os mortais, e por fim, o próprio Arquiteto fez as criaturas que estariam predestinadas a reinar sobre todas as outras, os humanos.

O arqui-inimigo do Arquiteto, Ezra’il também enviou criações suas para o plano material, orcs, goblinóides, gigantes e outras criaturas povoaram o mundo nessa época de batalhas entre o bem e o mal.

Em poucos anos muitos haviam morrido, e até mesmo alguns Deuses, como Jovian, patrono das artes e beleza e logo todos os Deuses Antigos desapareceram.

Então os mortais cometeram O Pecado, e então começou a Guerra da Purificação

No final da guerra dois celestiais achavam que os mortais não mereciam tamanha dádiva haja vista seus crimes tão sujos. Esses anjos, Bartol e Azgar começaram uma nova guerra contra os mortais para dar-lhes a recompensa que merecem por seus crimes contra a fé.

Nessa era a nova geração de nobres voltava do seu exílio como uma linhagem amaldiçoada pelo pecado para reclamar o direito de governar os Reinos e combater os dois anjos, mas para não provocar a ira do Arquiteto novamente, os clérigos de Vertrouwen se propuseram a governar em nome da fé, e o acordo de obediência foi assinado pelo Sexto Rei, o último dessa antiga linhagem de heróis; Esse acordo foi conhecido como o Dogma.

E a época dos Reinos do Dogma começou. O povo vive oprimido moralmente pelas leis e por seus suseranos, e quem os controla não é o rei, pois toda linhagem nobre caiu em desgraça, é o clero devoto à Igreja Dogmática que vive como os reis viviam e ordena como os reis ordenavam

As antigas guerras consumiram a maioria dos recursos das cidades, e as guerras atuais contra os meio-celestiais descendentes de Azgar e Bartol ainda obrigam aos aldeões recorrerem a proteção do suseranato e das leis do Código-Deus.

Todo o leste do continente foi simplesmente engolido pelo oceano. Todos os reinos a leste de Usko, foram arrastado para as profundezas. As terras ao sul de Usko e da Baía de Hashman tornaram-se meras ilhas.

O fato mais marcante dos últimos anos, foi o Skizem Dogmata, o cisma da igreja dogmática entre Igreja Dogmática do Norte ou Igreja da Cruz do Norte, e a Igreja Dogmática do Sul ou Igreja da Estrela do Sul. Apesar de haver uma forte tensão entre elas, não há guerra declarada e seus costumes são bem parecidos, diferindo apenas nas leis secundárias, as Moras.

História

Dogmata joaomarcalves joaomarcalves